cid.

cid desenhava no vício dos outros
fazia retratos nos papéis de cigarros
tornava ouro embalagens fúteis

ele fazia da minha ressaca de sonhos
uma calmaria na minha cama rebelde
quando esticava os lençóis

cid não era tão louco assim
mas era muito mais louco que eu
diziam os doutores da lobotomia

cid não sabia escrever muito bem
e só desenhava com giz de cera
eram tão lindos retratos que sinto

saudades de mim e saudades de cid

Friday, February 29, 2008

4 Comments:

Cristiana Passinato said...

Gostei dessa tela: http://poesiasoutrasexpressoes.blogspot.com/index.html

Bjs,
Cris

YEHUDA said...

cid é o retrato
do inocente condenado
tem arte
você e ele
da mesma espécie

r4f4 said...

Cid passava horas folheando o catálogo internacional de doênças...

r4f4 said...

CID

 
Wordpress Themes is proudly powered by WordPress and themed by Mukkamu
Templates Novo Blogger