ONTEM.



[alguém q passa pela nossa vida e leva tudo que deu. fiz este poema ontem de madrugada, depois que ela foi embora].


e ela olhou
fixo pra si
se achou tanto
que sumiu
no espelho

além de levar
algo que era meu
cuspiu bocejou
e não disse
adeus ou até já

ela roubou-me
levou o poema
e hoje eu com fome
vomito ontem

Sunday, November 18, 2007

3 Comments:

Priscila Lopes said...

Bem interessante o poema. Teus textos em geral, muito bons.

Faço um convite para conheceres o blog:

Cinco Espinhos,

no qual nos propomos a tecer 'críticas' literárias em forma de literatura.

Toda semana, também, garimpamos a internet à procura do texto que valha a pena de um autor "desconhecido" para publicação no site.

Apareça. Comente. O debate é fundamental para a sobre-vivência do Projeto:

http://cincoespinhos.blogspot.com

Atenciosamente,

a Autora.

iosif yehuda said...

se é mulher ela volta sob outra forma
pode ser galinha, vaca ou lumbriga,
não desespere, mulher sempre volta
mesmo agarrado ao outro
a vida é bela,
mais bela com ela,
na esquina todas rodam a bolsinha

Anônima said...

levou tudo...
mas deixou você.

 
Wordpress Themes is proudly powered by WordPress and themed by Mukkamu
Templates Novo Blogger