MUITAS VEZES.

Às vezes eu penso, mas só às vezes. Numa coisa venho pensando muito. Aquele rapaz q vem pegar o lixo todo o dia ganha pouco pra caralho. Eu também ganho pouco e fico a me perguntar constantemente: por que não sou eu no lugar dele?
Restos de comida. Garrafas pet. Latas. Tudo que corta a alma.
Já que ganhamos pouco, poderia estar carregando o lixo e não estou.
Não acredito em força divina que me protege e não a ele. Em que acreditar então?
Sei lá.
Perguntas nunca cansam de me perguntar. Gostaria de ter respostas para todas, mas seria como ter todas as chaves pra tudo. Eu não tenho resposta. E acho que, pelo menos, ele é mais feliz que eu porque não deve se fazer tanto essa pergunta. Ou.

*
Às vezes eu penso, mas só às vezes.
Quando alguém morre, eu fico triste porque não sei pra onde esta pessoa, objeto ou coisa vai.
O fato de não ter certeza é que me incomoda.
Quando eu morrer, não fique triste só porque não sabe para onde eu vou.
Fique triste porque gosta de mim e sentirá minha falta. Mesmo sendo você alta voltagem. Sentirei sua falta também.Estarei no cemitério do Caju e lá sediado esperarei as flores que sempre quis lhe dar.

Wednesday, November 07, 2007

2 Comments:

iosif yehuda said...

pensar faz mal, dizem, mas como evitar?
e você meu amigo, pensa muito, pensa bem,assusta com sua percepção do que é real
abraço

iosif yehuda said...

pensar faz mal, dizem, mas como evitar?
e você meu amigo, pensa muito, pensa bem,assusta com sua percepção do que é real
abraço

 
Wordpress Themes is proudly powered by WordPress and themed by Mukkamu
Templates Novo Blogger