OLHOS

Nos seus olhos
os meus olhos espelhados
são olhados

Vejo tigres desfocados
dando o bote
no caos da pupila

Nos seus olhos
vejo os ossos de minha face
devorados pelo tempo

Tudo é reflexo
Tudo reflete a mim e ao tigre
E o deus em tudo gira feito

uma baiana da Portela
Seus olhos são jibóias perfumadas
descendo rumo aos pés da existência

Você é uma criança pálida
e magra enguia que me guia
ao feroz de uma alma

os seus olhos

Wednesday, November 28, 2007

3 Comments:

Iosif Landau said...

você é tigre,giboia, enguia
morde,sufoca e envenena
o bom, o mal, o superficial,
nuca deixa vivo o inprestavel
e filosofo pos moderno
sua alma é valente

abraço

Anonymous said...

Fique seco!!!

Poema dos bons, imagens bem elaboradas.

Abraço.

Cássio Amaral.

enten katsudatsu said...

DIGO, FIQUEI CEGO, SECO, SEM AÇÃO.

Cássio Amaral.

 
Wordpress Themes is proudly powered by WordPress and themed by Mukkamu
Templates Novo Blogger