PAPEL DE PAREDE.

Um poema pra você
é muito menos do que você.

Dois poemas depois,
ainda escuto sua voz.

Atraso o segundo e
capturo sua imagem:

só pra lhe fazer de minha
única paisagem.

Saturday, March 08, 2008

2 Comments:

YEHUDA said...

delicado como uma renda
esse teu poema
le ve e belo
como uma borboleta

NOVOS ESCRITOS said...

belo, poeta!

 
Wordpress Themes is proudly powered by WordPress and themed by Mukkamu
Templates Novo Blogger