O camaleão passa pela soleira
Não vê que é um elefante
com suas presas
O elefante é branco
tal um homem albino
Eles olham pra trás
O camaleão que é elefante que é um homem albino
E ele vê suas pegadas
Outro leão quer por esporte
Feito homens
A caça
O leão quer o homem albino somente
Os outros são animais
Como a gente

Monday, December 11, 2006

2 Comments:

Cássio Amaral said...

"Canibais de nós mesmos
Antes que a terra nos coma"

Muito bão estes versos velho.

Abração.

Analuka said...

Todos somos tão delicados, e tão cruéis!... Nessa ambivalência reside nossa lowcura... fonte de força e fraqueza, ventura e desventura!... Leão, aceite um abraço desta leonina...

 
Wordpress Themes is proudly powered by WordPress and themed by Mukkamu
Templates Novo Blogger